Anuncio de Candidatura Projeto PIDC 2019

pela divisão da liberdade de expressão e desenvolvimento dos media e pela divisão da sociedade do conhecimento.

Este setor assegura o secretariado de dois programas intergovernamentais:
O PIDC – Programa Internacional para o Desenvolvimento da Comunicação, que visa reforçar os meios de comunicação em países em desenvolvimento, fomentar os recursos técnicos e humanos e promover a transferência de tecnologias
O IFAP – Programa Informação para Todos cujos objetivos passam, entre outros, pela promoção da reflexão e o debate permanente a nível internacional sobre os desafios éticos, jurídicos e sociais da sociedade da informação; pela promoção e alargamento do acesso à informação no domínio público através da organização, da digitalização e da preservação da informação; pelo apoio à formação, à educação permanente e à aprendizagem ao longo da vida nos domínios da comunicação, da informação e da informática e pelo apoio à produção de conteúdos locais.
São vastas as atividades da UNESCO no domínio da comunicação e da informação, salientando-se, no entanto, a promoção do acesso universal às tecnologias da informação e da comunicação (TIC) através de ações destinadas a autonomizar os indivíduos de forma a poderem não só aceder à informação, mas também contribuir para o fluxo de informação e de conhecimento. Desenvolve programas de educação para os media e de alfabetização digital. Estimula o desenvolvimento de conteúdos e promove a liberdade de expressão, a liberdade de imprensa, a independência e o pluralismo dos media. Apoia o desenvolvimento das capacidades das instituições da área da comunicação para melhorarem a formação dos profissionais dos media e sensibilizarem o público para a importância da utilização dos meios de comunicação.
No âmbito deste Programa (PIDC), Bureau da UNESCO em Dakar anuncia a candidatura para submissão de projetos nos domínios prioritários a saber:
• Apoiar o pluralismo dos meios de comunicação (especialmente a mídia comunitária) e a independência (melhorar a auto-regulação e os padrões profissionais);
• Promover a segurança dos jornalistas;
• Combater o discurso de ódio nas mídias e mídias sociais, promover a prática do jornalismo sensível a conflitos e/ou promover o diálogo intercultural/inter-religioso entre jornalistas;
• Apoiar a reforma da lei que promove a independência da mídia;
• Realizar avaliações de mídia e pesquisacom base nos Indicadores de Desenvolvimento da Mídia da UNESCO (IDM), indicadores sensíveis de gênero para mídia (GSIM) ou indicadores de segurança de jornalistas; E
• Fortalecer a capacidade de jornalistas e gestores de mídia, incluindo a melhoria da educação jornalística (usando o Modelo Curricular da UNESCO para a Educação jornalística).

Neste sentido, convidamos-lhe a apresentar seus projetos respeitando as prioridades acima mencionadas e igualmente atender o prazo de sua submissão online- 22 de novembro de 2019.

Para facilitar na elaboração e submissão do projeto enviamos o formulário (versão word) pelo que solicitamos a sua ampla divulgação. Informamos ainda que o formulário contem instruções importantes e algumas diretrizes e que seu projeto pode ser submetido utilizando este Formulário

 

Comentar


Código de segurança
Atualizar