Candidatura ao prémio UNESCO/Jikji Memoria do Mundo

Índice do artigo

De acordo com os Estatutos do prémio UNESCO/Jikji Memoria do Mundo, a Comissão Nacional de Cabo Verde para a UNESCO tem o prazer de o convidar a apresentar as suas propostas de candidatura para a oitava edição deste Prêmio UNESCO/Jikji Memória do Mundo.

O objetivo do Prêmio UNESCO/Jikji Memória do Mundo é promover a preservação e acessibilidade do patrimônio documental como patrimônio comum da humanidade. O Prémio foi criado para comemorar a inscrição no Registo Mundial da Memória do Buljo jikji simche yoljeol, o livro mais antigo do mundo produzido com o tipo de metal móvel.

 

O Prémio é financiado pela República da Coreia através de acordos com a Câmara Municipal de Cheongju. É concedido a cada dois anos a indivíduos, instituições ou outras entidades e ou organizações não governamentais-ONGs que tenham dado contribuições significativas para a preservação e acessibilidade do património documental.

Os Estados-Membros, em consulta com as suas Comissões Nacionais, bem como as organizações não governamentais internacionais que mantêm relações oficiais com a UNESCO e cujo trabalho diz respeito à preservação e conservação do património documental, são convidados a apresentar as suas candidaturas até 30 de abril de 2020.

 

As candidaturas, que podem ser apresentadas em inglês ou francês, num máximo de três candidatos, devem ser acompanhadas por um resumo ou resultados dos trabalhos, publicações e um texto analisando como este trabalho contribuiu para a preservação e acessibilidade do património documental. As candidaturas também podem, se desejarem, anexar qualquer outro documento que considerem relevante ou útil.

As orientações para o Prémio, bem como um formulário de candidatura para a apresentação de candidaturas encontram nos likins seguintes:

Formulário 

Diretrizes

Comentar


Código de segurança
Atualizar