Anúncio Público de Candidatura ao Prémio da UNESCO pela utilização das TIC na Educação

A Comissão Nacional de Cabo Verde para a UNESCO tem o prazer de fazer público o anuncio da candidatura para a edição de 2020 do Prêmio Rei Hamad Bin Isa Al-Khalifa da UNESCO, sob o tema: "O uso de Inteligência Artificial para melhorar a continuidade e a qualidade da aprendizagem".

O prémio foi criado em 2005 com o apoio financeiro do Reino do Bahrain, o Prêmio recompensa projetos que utilizam novas tecnologias para melhorar o ensino, a aprendizagem e o desempenho geral da educação.

No contexto da crise educacional devido à pandemia COVID-19, esse enfoque é ainda mais importante. Na verdade, a maneira como usamos as novas tecnologias para responder à crise revela seu potencial e a necessidade de apoiar seu desenvolvimento - para que possam ajudar a melhorar o aprendizado e a inclusão, em vez de exacerbar as desigualdades existentes.

As ferramentas de ensino à distância implementadas em resposta à crise da educação causada pela pandemia da COVID-19 revelaram o potencial de novas tecnologias, especialmente as que usam inteligência artificial. No entanto, por exacerbando as desigualdades existentes, esta crise também reforçou a nossa convicção que é necessário mais trabalho para garantir que estas tecnologias sejam verdadeiramente inclusivas, ou seja, devem ser acessíveis a todos, e adaptados às necessidades específicas de cada aprendiz. Esta edição é central para o espírito do Prêmio.

As inovações tecnológicas impulsionadas pela IA têm o potencial de localizar e alcançar grupos excluídos e marginalizados e fornecer programas de aprendizagem de qualidade para alunos em contextos de emergência ou alunos com deficiências físicas e cognitivas. As tecnologias de IA também podem ajudar a analisar com precisão as dificuldades enfrentadas pelos alunos que estudam em um idioma diferente de sua língua materna. Ao mesmo tempo, podem apoiar os professores com um melhor diagnóstico de problemas de aprendizagem e feedback adaptativo pessoal para melhorar as respostas pedagógicas.

Esta edição de 2020 irá centrar-se no papel da inteligência artificial para garantir continuidade educacional e aprendizagem de qualidade, especialmente para os mais vulneráveis.

Dois galardoados serão escolhidos com base nas recomendações de um júri internacional. Cada um receberá um diploma e um prêmio monetário de US $25.000.

As candidaturas devem ser enviadas online em inglês ou francês até 18 de Dezembro de 2020 o mais tardar. Cada país pode apresentar até três candidatos através da sua Comissão Nacional, e a UNESCO incentiva os Estados-Membros a criarem um processo de selecção e anunciar publicamente os nomeados seleccionados.

Os candidatos devem primeiro solicitar o acesso à plataforma online e, em seguida, preencher um formulário online. Consulte o guia do usuário e as instruções detalhadas  e sobre  os critérios de seleção e elegibilidade.

Para que a solicitação seja considerada, ela deve ser indicada pela Comissão Nacional do Estado Membro da UNESCO ou por uma ONG em parceria oficial com a UNESCO.

Todos os candidatos são incentivados a entrar em contato com a Comissão Nacional antes do processo de inscrição. Auto-nomeações não serão aceitas.

Os governos dos Estados membros da UNESCO, bem como as ONGs em parceria oficial com a UNESCO, são convidados a eliciar e indicar até três projetos, que estejam alinhados com o tema 2020 e atendam aos critérios de seleção.

O prazo para as nomeações é 18 de dezembro de 2020 (meia-noite, horário de Paris). Para mais informações contacte: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Mais informações sobre o tema da edição 2020 e procedimentos de candidatura estão disponíveis no seguinte link: http://on.unesco.org/aboutictprize.

Estatutos e Regulamentos do Prémio AQUI

 

Comentar


Código de segurança
Atualizar